O jogo de tabuleiro é uma expressão cultural ancestral. Muitas tradições criaram seus jogos e alguns deles existem até hoje. Além de divertir e promover a confraternização pode ser utilizado como um recurso pedagógico.

A utilização dos jogos na Educação vem, há tempos, sendo valorizada como um excelente meio para o desenvolvimento integral do ser humano, pois através dele pode-se experienciar na pratica aspectos sociológicos, filosóficos, educacionais, psicológicos, antropológicos da nossa vida. 

A prática de um jogo não só espelha um estilo de vida como também intensifica e aprimora esse estilo. Isso nos leva a crer que de acordo com o tipo de jogo que proporcionamos, estaremos reforçando e exercitando o fortalecimento do caráter de estrategistas competitivos ou de conciliadores cooperativos. É o exercício do jogar que pode desencadear uma prática na direção de uma dissolução dos conflitos através da Paz, do bom senso e respeito mutuo ou no sentido da força armada, do confronto e da exclusão.

Os jogos de tabuleiro atuais são em sua grande maioria, jogos competitivos que sempre têm um ou poucos ganhadores e um ou muitos perdedores. Estimula valores negativos como a guerra, a exclusão, a soberba e a ganância, entre muitos exemplos. De certa forma esses jogos refletem os valores desta sociedade predatória, consumista e desperdiçadora em que vivemos.

Para nós isso é apenas uma parte dessa sociedade, parte essa que tem sido mais destacada pelos interesses sócio-econômicos. Uma outra parte da nossa sociedade, angustia-se com essas contradições, com a falta de respeito ao ser humano e assim procura iluminar aqueles que sonham e criam instrumentos para a construção de um mundo melhor. É justamente essa fatia que queremos incentivar e a ela oportunizar novas opções.

O impulso que nos leva a jogar é, na maioria das vezes, à vontade de estar junto com os outros. Mas o irônico é que, em quase todos os jogos gastamos a nossa energia para tentar destruir alguém, eliminar os seus exércitos ou, em outras palavras, para livrar-nos uns dos outros! Além disso, é impressionante a rapidez com que descobrimos as fraquezas dos outros para que eles sejam eliminados mais eficazmente!

Por que um jogo cooperativo?

Os Jogos Cooperativos de Tabuleiro são jogos que visam despertar nos participantes aspectos de cooperação e solidariedade. Esses jogos servem como um excelente recurso para exercitar o trabalho em equipe e a solução pacífica de conflitos. Podem ser usados também, para reunir amigos e familiares em torno de um divertimento criativo e vibrante.

Pessoas com características e capacidades diferentes devem saber jogar lado a lado, cada um dando o melhor de si e procurando facilitar o surgimento do potencial do outro. Cada um entra com a sua contribuição e ao final do jogo todos estarão juntos, satisfeitos, e com a certeza de serem os vencedores.

A maioria de nós tem experiências variadas com jogos "competitivos". Mas, muito poucas vezes tivemos a chance de participar de jogos "cooperativos" de uma forma sistematizada.

Estudos demonstram que a prática da cooperação libera uma força vital de energia criativa que proporciona benefícios muito mais amplos do que uma pessoa sozinha poderia conseguir. Quando conseguimos nos descontrair e ficar mais flexível nas nossas interações com os outros, sem o estresse da competição, liberamos todo o potencial criativo que há em cada um de nós.

Através dos Jogos Cooperativos nos sentimos confortáveis e confiantes para liberar nossos bloqueios. Expressamos livremente o poder que existe dentro de nós e compartilhamos "qualidades humanas essenciais", tais como: alegria;

entusiasmo; auto-estima; confiança; respeito mútuo; comunicação espontânea; comunhão de objetivos pessoais e grupais; solução pacífica de conflitos; criatividade; simplicidade e amor.

Participando destes jogos tocamos uns aos outros pelo coração. Desfazemos a ilusão de sermos separados e isolados. E percebemos o quanto é bom e importante ser a gente mesmo e respeitar a singularidade do outro.

Coopera Brasil - Jogos Cooperativos - eudigo@cooperabrasil.org